• White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

Av. Moaci, 395 conjunto 14 - São Paulo, SP 04083 000

Tel: 011-5096-5671 • 5096-5673 • 95896-0708

September 24, 2018

Please reload

Posts Recentes

Jejum intermitente: Tire suas dúvidas

October 27, 2017

1/4
Please reload

Posts Em Destaque

2018 sem cigarro - Conquiste a motivação que você precisa neste ano

February 2, 2018

 

De acordo com um estudo publicado na revista científica “The Lancet” em 2017, existem quase 1 bilhão de fumantes atualmente no mundo e o cigarro é a causa principal de morte precoce em mais de cem países.

 

Segundo a endocrinologista e metabologista da Clínica Soulleve em São Paulo, Dra. Cassandra Lopes, o grande estresse vivido pela maioria das pessoas diariamente aumenta constantemente o nível de adrenalina no organismo e, em compensação a isso, os níveis do hormônio do prazer, a serotonina, acabam ficando lá em baixo. E para reverter essa situação e repor a serotonina no cérebro, acontece o chamado: sistema de recompensa cerebral, em que as pessoas buscam outros meios de aumentar o hormônio do prazer de maneira espontânea. “E esse é o momento em que temos que ser cuidadosos, já que o açúcar, o cigarro e o álcool entram como fortes repositores do hormônio do prazer de maneira rápida”, diz a especialista.

 

A médica faz um alerta sobre a importância de parar de fumar no dia a dia e cita algumas dicas para te ajudar a reduzir e evitar cada vez mais esse hábito:

  • Evite lugares com muitos fumantes - Parece óbvio, mas evite o contato com o cigarro. Sentir o cheiro aguça a vontade;

  • Quebre a rotina – Para muitos fumantes, fumar faz parte da rotina, como acender um cigarro após o café ou depois do almoço. Por isso, tente mudar o local das refeições ou horários; 

  • Conte a ajuda de amigos e familiares – Envolver as pessoas que estão presentes em nossa vida na luta contra o tabagismo é essencial para alcançar resultados positivos, já que essas pessoas podem ajudar com incentivos e motivação;

  • Não troque um vício pelo outro – É importante que a pessoa fique atenta e seja forte para não trocar o cigarro por algum outro vício ruim, como roer unha, consumir muito doce ou beber demais, já que ocigarro funciona como uma válvula de escape da ansiedade para a maioria dos fumantes.

  • Não desista – Recaídas acontecem e nem por isso você precisa desistir do seu objetivo principal.

 

Além disso, a especialista ainda explica que uma das grandes dicas para conseguir largar o cigarro é tentar substituir a serotonina e a dopamina que o hábito de fumar causa no cérebro através de um “vício” saudável, como o exercício físico. Para conseguir um resultado positivo nesse processo é essencial o acompanhamento médico para dar suporte, auxílio, evitar que outros vícios ruins, como o consumo exagerado de açúcar ou o alcoolismo, substituam o tabaco e também ajudar nos processos de abstinência, que podem contar com tremores, insônia, raiva e palpitação. 

 

"Quando surge uma vontade ela vem de forma abstrata e só conseguimos enxergar uma intenção de fazer algo. Assim, para conseguir atingir os nossos objetivos é preciso motivação para transformar essa 'vontade abstrata' em algo mais concreto, como uma ação. Na luta contra o tabaco, as principais ações podem ser transformar o vício em  realizações saudáveis e uma grande mudança de vida", finaliza a especialista. 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags